sábado, 25 de dezembro de 2010

Natália, Natal, Nascimento, Renovação, Esperança

Você não acha que essa brincadeira está durando demais? Quando penso nesses motivos religiosos sobre a nossa existencia fico tão frustrada. Diga- me que não é isso e sopre a poeira, mas não acione aquela maldita dor àcida. Imagino que estou me precipitando, exigindo explicações de algo tão superior sem nem ter conseguido consertar o mundo. Droga de mundo!!!! Todos ficam sonhando com carros, casa, luxo, famosos, poder, comidas, dinheiro. São jogados em um lugar estranho por não se sabe o que e distraem-se com as futilidades, por que deveriamos nos preocupar em salvar a Terra? por que devemos amar o próximo? por que temer a Deus? ( isso eu sei) tenho medo de ti, porém não parece certo. Estou cansada das mentiras, das fantasias. Vou passar um mês longe de casa -conhecer outros familiares e acampar junto aos meus, biologicaente falando, parentes- espero voltar mais entusiasmada e amigável.

Feliz Natal! Por uma purificação no ar

sábado, 18 de dezembro de 2010

"adoro os restos como as boas moscas"

Um brado retumbante soou
Um braço sujo
Um corpo sujo
Um lábio imundo falou:

Meu pé tem calos
Meu cabelos, cascas brancas
entre as unhas cutucam areias
Tenho cabelos ralos
E alguns cheiros saindo das glândulas

A ferida não é de um coração partido
É de um corte profundo
Cheio de antígenos impuros
Com líquidos a coibi-los

Não é bonito
Não é romântico
Não estou aqui para te elevar

É só um ganido
De mais um estranho
Alguém cansado de olhar pelo aquário.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Silenciosamente
passo por todas as emoções
sem lembrar de me expressar, só depois
mas é em vão

Com coração partido
abaixo meus olhos
não vejo além
perco os sentidos
e discretamente me sento

Desesperada falo
tudo embolado
ninguém entende
e me calo
é tudo em vão.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

perdendo a razão

O que é importante? Estamos em um lugar desconhecido, devido a algo desconhecido, brincando de casinha. Eu me apaixono, sinto medo, fome, raiva, tédio, dores sem enteder o motivo, sem saber como vim parar aqui e por que vim parar aqui. Guerra Santa faz todo o sentido quando estamos mal, pois queremos descontar em alguém e qualquer motivo é justo. Só que a maldita não sai, faz parte da gente, como o fígado, o sorriso, o coração. Para que se desesperar com 2012 chegando? o mundo é uma ilusão. Ele é um átomo para um próton; uma célula para uma proteína; um organismo para um carbono; a percepção para o ser humano.É muito utopia da minha parte dizer que as pessoas deveriam se unir contra esse estranho que nos jogou nesse lugar. Tudo bem, a natureza é bonitae o corpo humano é uma máquina fantástica, mas e daí?